Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Light’ Category

Quinoa com camarão e nirá

Conforme combinado, a receitinha delícia de quinoa com camarão e nirá.

Antes, quero dividir com vocês a minha felicidade ao encontrar o nirá no supermercado! Adoro essa cebolinha japonesa, que durante séculos foi usada como proteção contra o mal no Oriente. Para quem mora em Vitória, no supermercado do Day by Day, na Praia do Canto, costuma ter. Resolvi comprar disposta a criar alguma receita fácil, saborosa e leve com ela. Mas confesso, sem modéstia, que superei minhas expectativas.

Há tempos tinha comprado um pacote de quinoa, mas estava sem inspiração para ela. O camarão também jazia no congelador. Assim, num domingo despretensioso, a receita foi surgindo, de acordo com o que tinha em casa.

Olha, a receita ficou fina, mas saiu bem baratinho: cerca de R$30,00, para 4 pessoas.

Vamos aos ingredientes!

Para o molho:

– 3 a 4 pimentas dedo-de-moça

– cebolinha verde

– raspas de limão siciliano

– suco de 1 limão siciliano

– shoyu

– azeite

Corte bem pequenininha a cebolinha verde e a pimenta sem as sementes e a parte branca interna. Misture com o resto dos ingredientes e deixe apurar na geladeira. O molho fica um pouco spicy, portanto sirva à parte para cada um colocar a quantidade que desejar.

Para o prato:

– duas xícaras de quinoa

– 1 kg camarão pequeno limpo

– 1 maço de nirá

– alho poró

– gengibre

– 1 colher de gergelim

– sal e pimenta a gosto

Para a quinoa, ferva 4 xícaras de água, acrescente um punhado de sal e cozinhe até a água secar. Desligue, tampe e reserve.

Numa wok, ou panela similar, refogue o alho poró no azeite com gengibre e gergelim. Acrescente o nirá cortado em pedaços de 5cm. Deixe apurar um pouco. Junte o camarão e tempere com sal e pimenta. A panela wok é perfeita para esse tipo de receita, pois tem um cozimento diferenciado, por igual. Tampe a panela e vá misturando com cuidado, de tempos em tempos. Em 15 minutos já está pronto, é só juntar a quinoa e servir!

Leve, saboroso e elegante, como deve ser o verão!

Read Full Post »

cenas de domingo

Depois de mudar alguns móveis de lugar, tomar um café reforçado e limpar a piscina, nada melhor do que crianças educadas, vizinhos divertidos e almoço às 18h.

Para vocês, cenas de um domingo refrescante!

A receita de quinoa com camarões e nirá eu passo amanhã!

detalhe para a blusa: "Desculpe, só namoro modelos!"

manu, tira a mão da biu!

ê vidão num acaba não!

branca de neve e o pé de acerola

combinando com o edredom

caras e caretas

delícia e super fácil!

Read Full Post »

A Lili Stahr pediu, e quem sou eu para negar!

A ideia é unir sabor, tempo gostoso gasto na cozinha e coisinhas leves para não lembrar do jantar da noite anterior na hora de amarrar o lacinho do biquíni!

Pois bem, comidas leves são basicamente elaboradas com verduras, frutas, legumes e carnes magras. Não tem mistério, uniu isso tudo numa receita e pode comer sem peso na consciência! Mas muito cuidado: não adianta nada se você lotar de manteiga, molho shoyu, creme de leite & afins. O melhor amigo da leveza na cozinha é o forno, que te ajuda a economizar nas gorduras, tá?

Pensando nisso, me uni a minha prima querida e recém chegada de Londres para prepararmos um belo jantar para nossos amores. Ah, tem outra coisa: mulher topa muito mais comer comidinhas lights do que homens,mas posso afirmar que os rapazes A D O R A R A M nosso jantarzinho! Claro que para consquitá-los, compramos algumas cervejinhas importadas…hehehe

Antes de falar da receita, preciso dizer que encontrei a forma perfeita de fazer o queijo coalho com geléia de pimenta, lembram? Achei no supermercado umas tirinhas de queijo ao invés do formato clássico no palito e bombou demais! Coloca no forno até dourar bem, mas dourar meesmo e fica divino, parece umas batatinhas fritas molhadas no ketchup, só que bem mais light, rápido e sem sujeira na cozinha!

Para o jantar, compramos:

– abobrinhas;

– shitake seco e shimeji fresco;

– tomate cereja;

– filé de peixe branco;

– uvas.

O resto é mais ou menos o que se deve ter em casa sempre: cebola, alho, manteiga, azeite, vinho branco.

Para as abobrinhas recheadas usei as próprias e os cogumelos. Pesquisando na net, achei uma forma muito bacana de ‘cavar’ as abobrinhas: com um boleador de sorvetes! Muito fácil e fica uma graça!

olha minha unha, que linda! hehe

As sobras da abobrinha a gente usou nos cogumelos para recheá-las. Se você usar o seco, não esquece de deixar de molho por uns 30min em água quente, tá? Bom, como diz minha prima Marina, não tem nada que não fique bom tendo como base manteiga, alho e vinho branco! Eu também concordo, mas atenção na quantidade de manteiga, porque o objetivo aqui é ser magra! hehehe

Refoga o alho na manteiga. A gente colocou cebola também, mas é opcional. Depois acrescenta os cogumelos cortadinhos e a abobrinha que foi eliminada dos ‘barquinhos’. Nesse meio tempo, o forno já deve estar pré-aquecido para colocar os barcos de abobrinha, regados com um pouco de azeite, pimenta e sal. Assim que o os cogumelos e a abobrinha estiverem tenros, acrescente o vinho branco e deixa cozinhar mais um tempo. Nessa hora eu achei que tava tudo muito sem cor e decidi colocar os tomates cereja para dar mais vida e menos cara de comida de dieta! Após uns 30min, os barcos já devem estar quase macios, aí é só montar! Colocamos um pouquinho de parmesão também. Tá bom, eu sei que deveria ser proibido por lei parmesão em qualquer receita light, mas poxa! A gente tem que viver, né? 🙂

Uma dica importante: eu gosto muito dos legumes meio raw food, quase cru mesmo. Portanto, 30min é mais que suficiente para a abobrinha ficar tenra, meio durinha e deliciosa!

gostoso e super leve!

O peixe não tem muito mistério. Eu confesso que sempre prefiro fazer peixe envelopado ao forno, mas como ainda não tenho um mega forno que caiba mais de uma travessa, tive que fazer no grill mesmo. O lance é temperar com sal e pimenta e suco de limão. Usamos o siciliano, que é mais leve e saboroso.

Para o molho, uvas! Sei que tem gente que torce o nariz para frutas em pratos salgados, mas vou falar: os homens adoraram e a Marina, que detesta fruta cozida também aprovou! Então larga o preconceito de lado e mãos à obra!

Muito simples: azeite, uvas verdes, vinho branco e raspas de limão siciliano.

Mais uma vez, achei tudo meio sem cor e coloquei os tomatinhos cerejas para dar um up.

E os meninos nem sentiram falta do carboidrato!! E as meninas se esbaldaram de cerveja sem culpa nenhuma!

Read Full Post »

lasanha light

Para começar a semana bem, aí vai uma receitinha deliciosa e light!  A pedidos da nossa querida colaboradora e leitora Lili Stahr.

Ganhei do meu pai um monte de legumes da roça, dentre eles umas beringelas e abobrinhas.  Já tinha comido a lasanha de beringela, onde a massa é substituida por fatias de beringelas beeem fininhas, então resolvi inventar moda em cima dessa receita.

IMG_0649

É bem simples: o primeiro passo é fazer um molho de tomate (eu usei tomate pelatti com um refogadinho de cebola e alho). Enquanto o molho apura no fogo beeem baixinho, eu fatiei 1 beringela e 1 abobrinha o mais fino que eu consegui.

A parte trabalhosa já foi, agora é só montar!

Começei com uma camada de molho de tomate e umas folhas de manjericão fresco, depois uma de beringela, uma de abobrinha, reguei com um pouco de azeite e cobri com mozzarella de búfala (no supermercado você encontra manta de mozzarella de búfala, são umas folhas finas de queijo, incríveis para fazer saladas, rocamboles…).  Depois repete tudo de novo, para finalizar coloquei um colher de cream cheese light, mozzarella de búfala e queijo paremesão ralado por cima para dar um douradinho (o parmesão é desnecessário, só coloquei porque o marido insistiu muito; fica ótimo mas dá uma engordadinha na receita)

.

IMG_0661Na hora de servir, coloquei umas folhinhas de manjericão fresco por cima, e voilá!

Fica delicioso e super leve!  Uma ótima receitinha de verão!

.

.

Read Full Post »